Blog

É preciso falar sobre saúde mental no ambiente de trabalho

Os transtornos mentais sempre foram um grande problema da nossa sociedade. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, mais de 300 milhões de pessoas sofrem com a depressão e 260 milhões, com transtornos de ansiedade. Todos esses números foram divulgados antes do aparecimento do coronavírus, pois em meio a pandemia, os dados são alarmantes. Segundo a Universidade do Estado do Rio de Janeiro, os casos de estresse e ansiedade já dobraram.

Enquanto isso, o número de pessoas com depressão aumentou 90% durante a pandemia. Mas será que esses dados podem indicar problemas para as empresas? E o que elas podem fazer para cuidar da saúde dos colaboradores?

Vamos começar respondendo a primeira pergunta. Em 2017, já havia sido confirmado que os transtornos comportamentais estão entre os três motivos mais comuns para o afastamento de trabalhadores no país. De acordo com a Secretaria da Previdência, foram 9 mil pessoas afastadas somente naquele ano.

Além disso, 9% das aposentadorias por invalidez e dos auxílios-doença acontecem devido problemas mentais, sendo a depressão o principal deles. O resultado disso para a economia é preocupante, já que a queda geral na produtividade também resulta em uma perda de US$ 1 trilhão por ano.

Por que os problemas mentais estão alcançando cada vez mais pessoas?

Uma das causas mais apontadas pelos profissionais da área é o mito da felicidade. Ou seja, quando as pessoas acreditam que precisam estar felizes a todo momento. De certa forma, as redes sociais contribuem para isso, já que é difícil que uma pessoa faça uma publicação sobre momentos tristes de sua vida. Mas essa não é a única razão.

Outra questão diz respeito às empresas e o dever que os trabalhadores sentem de apresentarem uma alta produtividade, motivação e força, deixando os problemas e até mesmo doenças em segundo plano. Assédio e bullying no trabalho também estão entre os motivos. Não poder mostrar fragilidade, medo de perder o emprego, trabalhar excessivamente e não ter horários flexíveis são alguns exemplos disso.

Por que cuidar da saúde mental dos colaboradores pode ser uma vantagem para a empresa?

Além do ponto de vista humano, uma empresa que sabe como cuidar da saúde dos colaboradores tem um ambiente de trabalho positivo. Consequentemente o engajamento da equipe aumenta, assim como sua produtividade. Mas não é só dentro da empresa que os benefícios são percebidos. Além do relacionamento entre os funcionários e os líderes, as relações com fornecedores e clientes também melhoram. Até mesmo no âmbito pessoal é possível notar mudanças positivas.

Iniciativas que a sua empresa pode implantar

Não podemos negar que ainda existe um pré-conceito quando o assunto é cuidar das emoções e da saúde mental. Mas empresas de grande porte já estão abordando o assunto com seus funcionários e realizando ações para ajudá-los a combater problemas nesse sentido. E a tendência é que essa seja a realidade de todos os negócios, independente do porte. Mas, se você ainda não sabe como cuidar da saúde dos colaboradores, fizemos uma lista com algumas iniciativas que podem ser implantadas na sua empresa:

  • Promover palestras que falam sobre saúde mental.
  • Oferecer informações sobre o assunto para os funcionários, por meio de newsletter, informativos, e-mail marketing interno, redes sociais, entre outros.
  • Incentivar a qualidade de vida por meio de programas de ginástica, por exemplo.
  • Realizar sessões de meditação regularmente.
  • Presentear os colaboradores com um dia de massagem relaxante.
  • Oferecer apoio psicológico, com plano de saúde que inclua tratamentos para problemas mentais.

Vale lembrar que o exemplo dos líderes é fundamental para eliminar a negatividade de uma empresa. Afinal, é normal que os problemas apareçam. A diferença é como os líderes lidam com eles, pois isso reflete em toda a equipe.

Também é importante ressaltar que pode levar um tempo para que os colaboradores se sintam à vontade para participar das palestras, programas e demais iniciativas que foram implantadas na empresa. Ás vezes, ele próprio não compreende a importância de cuidar da saúde mental ou tem algum tipo de vergonha com relação ao assunto. Mas, a partir do momento que essa resistência é superada, os resultados começam a aparecer. Afinal, um profissional que está saudável tanto física quanto emocionalmente, tem uma ligação mais forte com a empresa e é muito mais produtivo.

< Voltar